As características de Olinda

Se você está pensando em viajar para o Recife, mais precisamente para cidade de Olinda, vista a sua roupa e calçados mais confortáveis. Para conhecer esta cidade espetacular que fica a sete quilômetros de Recife (capital do Estado de Pernambuco) você precisa estar o mais à vontade possível.

Olinda é repleta de ladeiras que os visitantes precisam subir e descer durante o dia todo, para fazer uma boa alimentação e conhecer os melhores e famosos pontos turísticos da cidade. Apesar do forte calor nordestino, prepare-se para sentir uma brisa gostosa durante o dia todo. A beleza local chama muito atenção, existem muitas áreas verdes por se tratar de um local com muita vegetação, o céu na maioria dos dias é limpo e possui uma coloração azulada magnifica.


No ano de 2005, Olinda foi considerada e eleita a primeira Capital Brasileira da Cultura, turistas do mundo inteiro visitam a cidade em busca de conhecer um pouco mais dessa cultura exposta em todos os tipos de manifestações. Se tratando de um dos mais importantes e reconhecidos centros culturais do Brasil, Olinda foi declarada, em 1982, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO. Foi colonizada por Portugal em 1537, e retomada pelos portugueses em 1654, após serem ocupadas pelos holandeses.

É uma cidade colonial aonde quase todas as ruas são de pedras, possui inúmeras e históricas referencias de arquitetura. Uma das mais conhecidas e famosas é a Basílica e Mosteiro de São Bento. Olinda é conhecida também por ser pioneira em uma série de coisas importantes em nosso país: A Primeira Faculdade de Direito e o honrado movimento para a Declaração da Abolição da Escravatura.


Quase metade da área total da cidade é tombada pelo patrimônio histórico. A Igreja de São Bento foi construída no Século XVII e foi restaurada em 2001, em 2002 ela foi exposta em Nova York na famosa exposição Brasil de Corpo e Alma que é realizada no Museu Guggnheim. Semanalmente aos domingos acontece a missa em canto gregoriano, sempre lotada de turistas e moradores locais. O Convento de São Francisco juntamente com a Igreja de Nossa Senhora das Neves, o claustro, a Capela do Capitulo, a sacristia e a Capela de São Roque constituem um conjunto arquitetônico maravilhosamente cultural.

Olinda possui centenas de mercados ao ar livre localizados nas ruas estreitas da cidade. Os próprios cidadãos locais vendem e expõe todas os seus artesanatos por um preço justo. Um Shopping Center chamado Tacaruna dispõe de muita variedade e ótimo custo benefício. Para se divertir a cidade possui algumas boas opções de entretenimento também, o Bodega do Véio recebe sempre uma banda que toca desde o forró até o chorinho. Pessoas de todos os gêneros e idades vem dançar e curtir uma boa música. Para tomar uma boa cerveja gelada e colocar o papo em dia, nada melhor do que ir até o Pitombeira dos 4 Cantos.

Entre as cidades de Olinda e Recife encontra-se o Centro de Convenções de Pernambuco, é o terceiro maior do Brasil e o maior do Nordeste. São quase 20 mil m2 de área disponibilizada para exposições e feiras de todos os tipos de negócios.


 

Veja abaixo o mapa com as Igrejas de Olinda: