O Carnaval de Olinda

Há muitos anos o carnaval de Olinda é considerado um dos mais animados e reconhecidos de todo o Brasil. A própria UNESCO considera a cidade um importante centro cultural do país, reconhecido como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. Pessoas famosas e reconhecidas que participaram de alguma maneira para ajudar e colaborar com essa maravilhosa festa, são homenageadas todo os anos pelas escolas e blocos que desfilam por centenas de ruas de Olinda.

Os chamados blocos de rua podem ser de todos os tamanhos possíveis, desde uma pequena quantidade de foliões, até milhares de pessoas que são arrastadas para festejar e desfilar pelas ruas estreitas da cidade. O carnaval de Olinda não tem idade, ao passear por lá você pode acompanhar idosos se divertindo, jovens curtindo e crianças pulando pra lá e pra cá.

As músicas tocadas variam por todos os estilos do nosso querido Brasil, samba, forró, axé e até rock podem ser ouvidos nessa época do ano. O frevo e o maracatu são os estilos mais conhecidos e famosos da região.


A marca registrada dessa maravilhosa época do ano em Olinda, são os famosos “Bonecos de Olinda”. São o símbolo do carnaval da cidade, bonecos que passam dos dois metros de altura podem ser vistos desfilando e alegrando toda a cidade.

Sempre representando músicos, políticos, artistas de televisão e até esportistas. Durante o evento reúnem-se mais de um milhão de pessoas com mais de seiscentos grupos carnavalescos.

Todos dispostos e espalhados pelos blocos. Dentre os blocos mais famosos, podemos citar: O Homem da Meia-Noite, Mangue Beat, Lamento Negro, Elefante de Olinda, Bacalhau do Batata, Eu Acho É Pouco e também o “Enquanto Isso na Sala da Justiça”.

A organização da cidade é muito atenciosa e cuidadosa com o carnaval, um serviço de “Achados e Perdidos” é criado anualmente para auxiliar foliões e turistas que perderam algum documento ou algo de valor. Esse serviço é oferecido na Secretaria de Segurança Urbana, proporcionado pela Prefeitura de Olinda.

Funcionários ficam à disposição 24 horas por dia e costuma durar até a Quarta Feira de Cinzas. Nesse mesmo local você pode encontrar uma Delegacia Interativa onde interessados podem até prestar queixa e fazer boletim de ocorrência, podendo conseguir seu documento ou bens valiosos de volta em alguns minutos.


Alguns números curiosos: No último carnaval foram perdidos mais de 1200 documentos (entre eles CNH e RG). Outros documentos normalmente encontrados são: Cartão de Crédito, Carteira de Estudante, Documento de Veículos e até Carteira de Trabalho.

A Infraero (empresa responsável pelos Aeroportos) apontou um crescimento de até 30% a mais na movimentação de passageiros relacionado ao ano anterior do carnaval de Olinda.

São esperados mais de 300 mil passageiros com destino a Olinda, chegando a marca de 1,9 milhões de turistas, gerando um incremento de até R$ 1,3 bilhão no turismo pernambucano.

O aeroporto mais perto é o de Jaboatão de Guararapes, na região metropolitana do Recife. Para ir de Recife até Olinda, o mais indicado é taxi ou alugar um carro, pois a distância é de apenas 10km.