Odontopediatria

Odontopediatria é um ramo da odontologia que lida com o exame e gestão de atendimento odontológico em crianças.

Procedimentos odontológicos são geralmente rotulados como assustadores e dolorosos, uma experiência que a maioria gostaria de evitar, especialmente as crianças. No entanto, é vital que as crianças tenham seus dentes de leite regularmente checados por dentistas pediátricos, para encontrar evidências de cárie e cuidar da higiene bucal da melhor maneira possível.

Citaremos aqui algumas das condições a serem vistas pelos dentistas pediátricos:

O desenvolvimento dos dentes e maxilares precisa ser estimado para permitir que os bebês sejam adequadamente alimentados e bem cuidados. Dentes bem tratados e desenvolvidos na hora certa são importantes no desenvolvimento da criança, principalmente na sua dicção.


Má-oclusão ou dentes desalinhados

Uma má oclusão acontece quando os dentes da parte superior e das mandíbulas não se encontram na posição correta quando as mandíbulas se unem, ou seja, não há um encaixe perfeito entre as arcadas dentárias. Isso pode causar problemas para comer ou falar, e principalmente no desenvolvimento ósseo da criança e suas articulações temporomandibulares. A má oclusão pode causar dor ao morder ou danificar o interior da boca, gengivas e esponjas. Os dentistas infantis são responsáveis por resolver o problema da má organização dos dentes, deixando-os em linha reta com o auxílio de algum tratamento bucal.

Após os dentes de leite, aparecem os dentes permanentes, é muito importante que esses dentes sejam bem mantidos. As crianças tendem a ser mais sensíveis à placa dentária e à cárie dentária, porque têm maior probabilidade de comer alimentos pegajosos e açucarados.

A gengivite e a cárie dentária são tão comuns em crianças quanto em nós adultos.

Os exames de atendimento odontológico, juntamente com a manutenção de uma boa higiene bucal, através da limpeza diária dos dentes e do uso do fio dental, ajudam as crianças a manter uma mordida saudável.

Logo nos primeiros meses de vida da criança, alguns cuidados específicos já podem ser iniciados e são essenciais no tratamento e prevenção de futuros problemas e complicações. Quando a criança ainda tem seis meses ou menos, o aleitamento materno é essencial para o bom desenvolvimento da arcada dentária e de todo o funcionamento que a envolve.

Chupetas e mamadeiras devem ser ortodônticas. Quando a criança tem de seis meses até dois anos, os primeiros dentes de leite começam a aparecer. Normalmente indica-se creme dental sem flúor, e evitar principalmente alimentos sem açúcar. Dos três até os seis anos de idade a frequência de visitas ao dentista devem aumentar.

Nessa época já se pode analisar o formato das arcadas e se os dentes estão bem posicionados. Preste muita atenção nos hábitos alimentares de seu filho nessa faixa etária, pois ele começa a frequentar festinhas de aniversário dos colegas e fazer refeições na própria escola. Dos seis aos doze anos, iniciam-se as primeiras trocas dos dentes de leite. Indica-se começar a supervisionar mais de perto a escovação dos dentes, e uma rotina de visitar o dentista pelo menos três vezes ao ano.